Últimas

    Confira a s penalidades de Estrela x Portuguesa

    Depois de empatar em 1 x 1, num dos jogos mais equilibrados da competição, o time de Dr Severiano levou a melhor contra a Portuguesa de Riacho de Santana, vencendo por 5 x 3, confira como foi.


                     
    Mais »

    Muito equilíbrio na abertura das oitavas

    Equilíbrio, essa palavra define muito bem, o que foram os jogos desse final de semana pelas oitavas de final, mesmo as equipes que ficaram nas lideranças enfrentando as teoricamente mais fracas, os resultados não passaram de um gol de diferença, isso para quem conseguiu fazer, pois tivemos dois jogos empatados.

    No sábado, o líder geral da primeira fase Uiraúna começou o jogo a todo vapor, em 6 minutos de bola rolando já vencia pelo placar de 3 x 0, parecia que aconteceria uma grande goleada, mas ficou só na ameaça, o time do Nadador colocou a cabeça no lugar, não só parou de tomar gols como fez dois, e deu sufoco na segunda etapa.

    O Uiraúna agora espera pelo vencedor de Popular x São Bernardo.

    O equilíbrio que teve na primeira partida, também teve na segunda daquele dia, o Cruzeiro que na primeira fase já havia empatado em 3 x 3 com o Lastro, venceu o mesmo adversário, por 1 x 0.

    Um placar magro e um jogo bastante acirrado, de duas equipes muito bem fisicamente.

    O Cruzeiro agora espera pelo vencedor do jogo entre 29 de Abril x Independente.

    Se no sábado foi do jeito que foi, imagina no domingo, onde as equipes já eram mais próximas uma da outra na classificação geral, não deu outra, empates nas duas partidas.

    Na primeira, o Estrela da Terra ficou no 1 x 1 com a Portuguesa, num jogo também muito corrido, e disputado.

    Melhor para Alcimar que se isolou na artilharia com 7 gols, e o seu time que levou a melhor nos pênaltis vencendo por 5 x 3.

    O Estrela da Terra espera pelo vencedor do confronto entre São Judas Tadeu x Barcelona.

    Na última partida do final de semana, um jogo muito bom, onde a equipe do Boa Esperança de Antonio Martins conseguiu marcar dois belos gols, mas não conseguiu superar o forte time do Brejo dos Santos que teve muita dificuldade na partida e levou para as penalidades depois do empate em 2 x 2.

    Não foi uma boa noite do goleiro Weyner que sofreu dois gols, coisa rara em um jogo, em bora as bolas fora muito bem chutadas, e ele ainda perdeu a sua cobrança, que foi a primeira, um dos melhores goleiros também não conseguiu pegar nenhum pênalti, os jogadores chutaram para fora.

    Com todas as dificuldades, a equipe paraibana passa de fase e agora espera pelo vencedor de Bom Jardim x 26 de Julho.

    RN x PB

    Nesse quatro jogos, tivemos dois duelos interestaduais, um potiguar e outro paraibano, nos confrontos entre as equipes de estados diferente, a Paraíba levou a melhor nos dois, no sábado o Uiraúna venceu o Nadador, e no domingo Brejo dos Santos passou pelo Boa Esperança.

    Agora restam 12 equipes, sendo 7 da Paraíba e 5 potiguares.

    Ainda há tempo para as equipes do RN se recuperarem nessa "disputa", pois ainda restam dois duelos entre as equipes dos dois estados, no sábado São Judas Tadeu x Barcelona, e no domingo Popular x São Bernardo.




    Mais »

    Brejo se complica, mas consegue classificação nos pênaltis


    O Brejo dos Santos conseguiu a classificação depois de empatar no tempo normal em 2 x 2 contra a equipe do Boa Esperança, e nas penalidades 4 x 3, gols no tempo normal, marcaram para a equipe paraibana Veibinho e Nilso, para o time potiguar Walisson e Mesquita.

    O jogo começa coma  equipe do Boa Esperança mais ligado em campo, e logo conseguiu seus frutos, aos 08 minutos, Walisson de longe acerta um belo chute e marca um golaço, abrindo o placar, 1 x o para o Boa Esperança.

    Tranquilo, no banco de reservas, o treinador Jailson passa as instruções na sua equipe e acredita na virada.

    O time do Boa Esperança, passa a chutar a bola de tudo quanto é jeito, um pouco cedo para esse tipo de jogo, mas a defesa não quer saber de brincadeira.

    O Brejo vai para cima, mas o Boa Esperança chega com perigo novamente aos 12. Jaeder chuta de longa distância, dessa vez Weyner pega tranquilamente.

    O time paraibano tenta aos 17, com o bom lateral Eduardo, ele chuta de longe, mas a bola vai para fora.

    Aos 20, jogada pela esquerda, a bola chega até Veibinho qu e toca com categoria no canto esquerdo do goleiro e empata o jogo, 1 x 1.

    O time do Brejo passa a ficar com mais posse de bola, e toca a vontade, a equipe de Antonio Martins fica no no seu campo de defesa.

    Aos 28, o Boa Esperança chega mais uma vez, depois da cobrança de falta, o goleiro Weyner sai perdido no lance, Galeguinho desvia de cabeça e a bola vai para fora, quase o segundo do time potiguar.

    Aos 32, Nildo faz jogada individual pela esquerda, usando a sua velocidade, passa pela defesa e chuta para fazer o segundo, 2 x 1 para o Brejo.

    Os torcedores do lado de fora começam a acreditar numa goleada, pela rápida recuperação da equipe, e recordando a primeira fase, onde nesse mesmo confronto, o Brejo venceu por 4 x 1.

    Mas o time de Antonio Martins, atrás no marcador parte para cima, aos 38, Jaeder puxa para esquerda e chuta forte por cima.

    Aos 40, Mesquita recebe no comando de ataque, avança e chuta de longe, e marca mais um golaço na noite, empatando em 2 x 2.

    O árbitro Marcos, apita o final da primeira etapa com o placar empatado em 2 x 2.

    O segundo tempo começa com o Brejo pressionando, mas não consegue levar perigo a meta do goleiro Josimar, que é do Brejo dos Santos, aliás, irmão do atacante Lândio que entrou na segunda etapa.

    O tempo vai passando, e aos poucos a equipe do Brejo cai de rendimento, Petrônio não consegue fazer uma boa partida como vinha fazendo na primeira fase, e com a saída de Nildo, cansado por ter jogado pela manhã, o ataque da equipe paraibana perde muito o poder ofensivo.

    Mas, mesmo assim, é o time do Brejo quem chega com mais perigo na segunda etapa.

    aos 27, Jandilson cruza na área, Maicon cabeceia para fora, passando longe do gol.

    Dois minutos depois, mais um lançamento na área, o goleiro Josimar bate roupa, a bola sobra para Maicon que chuta por cima, e desperdiça uma grande chance de desempatar a partida.

    O time do Brejo dos Santos volta a pressionar, bolas são chutadas de fora da área, mas o goleiro Josimar faz grandes e importantes defesas.

    Com o placar construído na primeira etapa, o jogo acaba empatado em 2 x 2.

    Mais uma vez, a decisão vai apara os pênaltis.

    O Brejo começa através do goleiro Weyner, que chuta por cima, 0 x 0.

    Joab, bate para o Boa Esperança e faz, 1 x 0.

    Na segunda cobrança da equipe paraibana, Lândio marca no irmão Josimar, 1 x 1.

    Adalberto cobra e mantem a vantagem para o Boa Esperança, 3 x 1.

    Eduardo deixa tudo igual, 2 x 2.

    Jeilson cobra para o Boa Esperança e perde, acaba a vantagem do time de Antonio Martins.

    Corró cobra, e faz 3 x 2.

    Walisson que marcou um belo gol no jogo, faz, 3 x 3.

    Helinho, promete a Josimar que vai cobrar num canto e vai fazer ele cair no outro, e cumpre a promessa, 4 x 3.

    Mesquita, autor do segundo gol da equipe do Boa Esperança é o encarregado dá última cobrança, e ele acaba chutando para fora.

    Final, Brejo dos Santos 4 x 3 Boa Esperança.

    O time do Brejo agora espera pelo vencedor de Bom Jardim x 26 de Julho que jogarão no sábado, dia 04.

    O time volta a campo no dia 12 de junho.

    Ficha técnica.

    Brejo dos Santos (4) 2 x 2(3) Boa Esperança 

    Estádio O Piozão - Major Sales

    29 de maio de 2016

    Trio: central, Marcos, auxiliares: Coquinho e Daniel

    Brejo dos Santos: Weyner, Jandilson, Fábio, Benacir, Carlinhos, Eduardo, Tarso, Helinho, Veibinho, Petrônio (Landio), Nildo (Maicon).

    Boa Esperança: Josimar, Naildton, Novinho, Afonso, Jeilson, Bolão, Galeguinho, Walison, Jaedr, Dedé e Mesquita.










    Mais »

    Estrela cede empate mas leva a melhor nos pênaltis

    O Estrela da Terra empata em 1 x 1 com a Portuguesa no tempo normal, mas consegue a classificação nos pênaltis, por 5 x 4, os gols no jogo foram marcados por Alcimar para a equipe de Dr Severiano e Elianto pelo time do Riacho.

    O jogo demorou a começara, a equipe de Dr Severiano logo estava no campo, mas a Portuguesa entrou em campo com bastante atraso.

    A bola rola, e desde o início já mostrava que seria um jogo difícil, com muita correria, mas nos primeiros minutos nada de chances claras de gols.


    A primeira oportunidade é criada aos 12, quando Abel toca para Jerry, ele chuta, mas a bola vai para fora.

    Dois minutos depois a resposta ta equipe do Estrela, Junior chuta de longe, por cima.

    O jogo começa a ficar mais aberto, aos 15, Elianto vai na esquerda e toca voltando para Fabinho que bate de primeira de esquerda, o goleiro Antonio faz grande defesa.

    Dez minutos depois, é a vez de Tampinha bater falta e o goleiro Antonio aparece mais uma vez para fazer mais uma defesa importante para a equipe de Dr Severiano.

    Dois minutos depois, de bola parada, Leda tenta, mas passa longe da meta de Matheus.

    Aos 35, Jerry divide a bola com o  goleiro Antonio, ela sobra para Abel que chuta de esquerda e passa por cima do gol.

    Dois minutos depois, o time do Estrela vai ao ataque, Curió pega uma sobra e pate de esquerda, passou muito perto.

    O jogo fica muito corrido, e as oportunidades vão surgindo de um lado e do outro.

    Aos 31, lançamento da esquerda, Curió tenta de voleio, a bola bate no chão e encobre a trave, quase um golaço do centroavante do Estrela.

    E depois de 40 minutos de muito equilíbrio, o primeiro tempo acaba empatado em  zero a zero.

    Na segunda etapa, o time do Estrela é quem cria a primeira oportunidade, Leda cobra falta, e a bola passa perto.

    Um minuto depois, Curió recebe de Cosmo, e bate por cima.

    O time de Dr Severiano volta na segunda etapa com muita vontade, as 05, a bola é lançada na área, o goleiro Matheus sai do gol, mas Alcimar se antecipa desvia de cabeça e marca, 1 x 0 para o Estrela da Terra.
    Alcimar autor do gol do Estrela
    Depois do gol, é a vez da equipe de Riacho de Santa correr atrás do prejuízo, e vai para cima.

    Aos 8, Abel na esquerda puxa para direita e chuta para fora.

    O time de Riacho continua em busca do gol de empate, aos 12, Bodin recebe de Abel e bate de longe, quase o gol de empate.

    O time do Riacho se joga no ataque, mas deixa a defesa a deriva, o time do Estrela chega aos 20, Alcimar recebe na estrada da área, ajeita no peito e bate forte para a defesa do goleiro Matheus.

    O time do Riacho vai para cima mais uma vez, aos 20, Jacinto que entrou na segunda etapa, toca para Elianto, o goleiro Antonio sai com o pé e chuta a bola que bate no atacante e leva muito perigo no lance.

    O ex goleiro e atual atacante Elianto tenta mais uma vez, aos 32, ele recebe pela direita e chuta forte, mas sem direção.

    Curió tem a grande chance de liquidar a fatura aos 35, quando recebe a bola, e fica cara a cara com o goleiro Matheus, e chuta por cima, perdendo um gol que não costuma perder.

    O técnico do Estrela saca o ataque, tirando de uma vez, Alcimar e Curió, artilheiro e vice da competição, perdendo assim a referência na frente.

    Estava claro que a equipe de Dr Severiano pretendia segurar o placar, mas a equipe do Riacho continuava a tentar o gol de empate.

    Aos 37, bola lançada da direita, a zaga do Estrela e o goleiro Antonio deixam ela passar e Antonio Carlos sozinho cabeceia por cima.

    No último minuto do tempo regulamentar, uma jogada que começou errada acabou dando certo no final, de um toque errado na direita, e bola chega até Elianto no comendo de ataque, que consegue leve desvio e marca o gol de empate, 1 x 1.
    Jogadores comemorando gol de empate
    Festa da torcida da Portuguesa, que era muito maior no estádio O Piozão.

    Depois do gol, a equipe de Riacho de Santana recua, e o Estrela pressiona tentando o gol, da vitória, mas nada mais acontece, e o árbitro dá apito final.

    Com o placar de igualdade, as duas equipes vão para as penalidades.

    O Estrela começa cobrando, com o jogador Leda que faz 1 x 0.

    Carlinhos deixa tudo igual, 1 x 1.

    Neguinho converte para o Estrela, 2 x 1.

    Bruno também deixa o seu para a Portuguesa, 2 x 2.

    Cosmo cobra com categoria e faz o terceiro, 3 x 2 para o Estrela.

    Ale deixa novamente tudo igual 3 x 3.

    Paulo cobra a sua penalidade antes que o árbitro apite, o goleiro Matheus defende, mas a arbitragem manda ele cobrar novamente, pois não havia ainda autorizado.

    Ele cobra e dessa vez faz, 4 x 3.

    É a vez de Bodin cobrar, e perder, complicando a vida d Portuguesa, continuando em 4 x 3.

    A última cobrança para o time do Estrela, é de responsabilidade de Micael, que não dá bobeira, marca e faz a festa do time de Dr Severiano que conquista a vaga para a próxima fase.

    O Estrela da Terra agora espera para enfrentar o vencedor do confronto entre São Judas Tadeu x Barcelona, que se enfrentam no dia 04 de junho, sábado.


    Ficha técnica.

    Estrela da Terra (5) 1 x 1(3) Portuguesa

    Estádio O Piozão - Major Sales

    29 de maio de 2016

    Trio: central, Adaulberto, auxiliares: Fernando e Paulo Marx

    Estrela da Terra: Antonio, Guilherme (Flávio), Cosmo, Lúcio (Neguinho), Vinicio, Leda, Edison, Lucio (Neguinho), Romário, Júnior (Paulo), Alcimar (Micael), Curió.

    Portuguesa: Mathues, Nardinho (Anderson), Giliard, Alex, Tampinha (Franscico), Fabinho (Jacinto), Dan (Antonio Carlos), Bodim, Jerry (Bruno Alan), Elianto, Abel (José Carlos).


    Mais »

    Cruzeiro supera o Lastro e passa de fase

    O Cruzeiro venceu o time do Lastro pelo placar de 1 x 0, gol marcado pelo jogador Paulinho Aparecida.

    O jogo foi válido pelas oitavas de final da Copa Primo Fernandes, nessa tarde de sábado, 28, em Major Sales.

    O Cruzeiro outra grande equipe candidata ao título, entrou em campo com uma novidade com relação a primeira fase, o atacante Mandson.

    Já o Lastro com o mesmo time, e a volta de Wykyti que havia cumprido suspensão contra o TAMEC.

    A equipe de Sousa começa o jogo pressionando, e já aos 2 minutos, o goleiro Francisco é obrigado a fazer duas grandes defesas, evitando o primeiro gol.

    Mas não conseguiu fazer o mesmo aos 14, quando o habilidoso Paulinho Aparecida recebeu na meia esquerda, limpou o zagueiro e jogo pro fundo das redes, 1 x 0 para o Cruzeiro.

    Depois do gol, o jogo fica mais equilibrado, o Cruzeiro deu uma leve recuada, enquanto o Lastro atrás no marcador começou a procurar o gol.

    Aos 24, Paulinho Aparecida faz boa jogada pelo meio e lança Mandson na frente, mas ele chuta pra fora.
                                       

     O mesmo Paulinho cobra falta aos 33, Geveraldo desvia de cabeça, mas a bola passa por cima.

    O jogo é truncado, e muitas faltas acontecem, algumas com mais intensidade e o árbitro Fabrício distribui muitos cartões, até os 36, já tinha aplicado 4 para o Lastro, e um para o Cruzeiro.

    Com a vantagem mínima, para o Cruzeiro, o primeiro tempo acaba exatamente aos 40 minutos.

    A segunda etapa, começa novamente com a equipe de Sousa no ataque, dois minutos de bola rolando, há uma cobrança de escanteio, e Mandson cabeceia pra fora.

    No minuto seguinte, Paulinho cobra falta, e a bola passa muito perto.

    Se o jogo já estava pegado na primeira etapa, na segunda é mais ainda, a todo tempo os atletas estavam se estranhando uns com os outros, faltas, reclamações, empurra empurra,e  mais cartões.

    Atrás no marcador, o time do Lastro vai para cima, no tudo ou nada, e aos 19, o zagueiro Edjard perde bola no meio do campo e sede o contra-ataque, Geveraldo avança pelo meio, limpa o marcador com drible de corpo, chega na área e toca na saída do goleiro Francisco, mas a bola vai para fora, perdendo grande chance de ampliar o marcador.

    A melhor chance do Lastro aconteceu aos 23, cobrança de escanteio, Cemar sobe mais que a defesa e cabeceia a bola, que bate no travessão, na cabeça do goleiro Jessé e vai para fora.

    O jogo era muito intenso, muita correria, as duas equipes estava com a mesma intensidade do início da partida, muita rivalidade de outras competições, os jogadores já bastantes conhecidos do futebol sousense.

    O Lastro continuava de forma desorganizada colocar pressão, e o Cruzeiro tentava segurar o resultado e sair nos contra-golpes, seus jogadores aproveitavam as chegadas mais duras dos adversários e promoviam o tradicional cai-cai para o tempo passar.

    O tempo passou, e nada mais aconteceu, com o gol marcado aos 14 da primeira etapa, o Cruzeiro vence e coquista a classificação, o árbitro dá o apito final aos 45.

    O Cruzeiro agora espera pelo vencedor do jogo 7, que será entre 29 de Abril x Independente. Se o segundo conseguir a classificação, será um duelo sousense, mais que isso, será o segundo na competição, e o mais um time que vem do mesmo grupo do Cruzeiro, ou seja, chegaria nas quartas de final e enfrentando mais uma equipe do seu grupo.

    O jogo entre 29 de Abril x Independente acontece no domingo, dia 05 de junho as 15:45 h.

    Ficha técnica.

    Cruzeiro 1 x 0 Lastro

    Estádio O Piozão - Major Sales

    28 de maio de 2016

    Trio: central, Fabrício, auxiliares: Renato e Geovane

    Cruzeiro: Jessé, Pitu, Tiago, Gerlândio, Magnata, Maicon (Júnior Lira), Gago, João Marcelo, Geveraldo, Paulinho Aparecida (Patrício), Mandson.

    Lastro: Francisco, Wykyti, Pedro, Victor, Me, Jorge (Gilson), Edfard, Dedé, Flavio, Moisés, Cemar.


    Mais »

    Uiraúna passa sufoco mas vence Nadador e está nas quartas


    O Uiraúna venceu a equipe do Nadador nessa tarde de sábado,28, pelo placar de 3 x 2, em jogo válido pelas oitavas de final, com gols de Arthur, Esquerdinha e contra, para a equipe potiguar marcaram Lulu e Jarismar.

    O time do Uiraúna entrou em campo com uma verdadeira constelação, atletas como o goleiro Ricardo, meia Juninho Paraíba, o internacional Esquerdinha, Manu e tantos outros.

    O time do Encanto com o seu modesto porém competente elenco, entrou em campo para tentar estragar a festa do adversário paraibano.

    mas a festa parecia que seria bem animada, e foi assim mesmo que começou, logo no primeiro minuto de bola rolando, Buiú vai a linha de fundo pela direita, ela vai na esquerda e depois volta para a pequena área e Arthur oportunista abre a contagem, 1 x 0 para o Uiraúna, num dos gols mais rápidos da competição.
    Arthur comemora o primeiro
    Se o primeiro foi rápido, o segundo não foi diferente, aos 04, Buiú vai novamente a linha de fundo e cruza na área, Arthur sobe para cabecear, mas não alcança, a bola bate na cabeça do lateral Bebel e entra, é gol contra, 2 x 0 para o Uiraúna.
    Bebel faz contra
    Do lado paraibano é só comemoração, do outro lado é muita preocupação.

    Mas se alguém achou rápido os dois gols em quatro minutos, o time do Uiraúna marcou o terceiro aos 6, Buiú mais uma vez lança da direita, livre de marcação, o campeão Albanês, Esquerdinha escoara para fazer o terceiro.
    Esquerdinha faz o terceiro
    A cada dois minutos, acontecia um gol, o time do Encanto e o treinador Aldair não conseguiam entender o que estava acontecendo, e todos começam a pensar que estavam prestes a ver uma goleada histórica no Piozão.

    Mas a equipe do Nadador, com bons valores, começa a tocar a bola, e ir ao campo de ataque, e chega algumas vezes com Jarismar, Lulu e Taciano.

    Aos 12, Jarismar, lança Lulu que bate forte, mas pega muito mal na bola e passa longe da meta do goleiro Ricardo.

    Aos 25, de pé em pé, Nadador chega com perigo, a bola chega até Cizinho que bate de longe, e passa por cima.

    O time do Uiraúna tem mais uma decida perigosa aos 28, Deda recebe de Buiú e bate forte, para boa defesa do goleiro Felipe.

    Um minuto depois, Lulu recebe na intermediária e bate de longe, o goleiro Ricardo espalma para dentro, falha e deixa o Nadador descontar, 3 x 1.
    Lulu desconta
    O gol deu novo ânimo a equipe potiguar, que passa a acreditar no jogo.

    A equipe do Encanto passa a gostar do jogo, e a equipe do Uiraúna começa a ter um certo nervosismo na sua defesa, Godolias acaba entregando uma bola de graça para o atacante do Nadador, mas não aproveita a chance.

    O último lance da primeira etapa, é mais uma tentativa do Nadador, Taciano recebe na esquerda, bate para fora.

    E a primeira etapa acaba mesmo com 3 x 1 para o time paraibano.

    O segundo tempo começa, e mais uma vez a equipe paraibana com mais posse de bola, e tentando chegar ao quarto gol para dar mais tranquilidade.

    Aos 08 minutos de bola rolando, Manu faz boa jogada pela esquerda, mas acaba chutando por cima.

    No minuto seguinte, o time do Nadador chega com bastante perigo pela esquerda, bola lançada na área, e o zagueiro Bitinha mete mão na bola, em cima do lance, Luciano assina pênalti, que Jarismar cobra e faz, 3 x 2.
    Jarismar faz o segundo do Nadador
    A torcida presente ao estádio não consegue acreditar no que ver, o Uiraúna abre 3 x 0 em 6 minutos, e não consegue mais criar nada, e naquele momento tem sua vitória ameaçada.

    O time do Nadador passa a jogar melhor, e investe no ataque, em busca do que parecia impossível, o gol de empate.

    Aos 18, Lulu recebe bola na esquerda, puxa para perna direita e bate forte, mas a bola vai sem direção e passa longe da meta do goleiro Ricardo.
    Adicionar legenda
    A equipe do Uiraúna vai ao ataque, e aos 26, consegue um lance de bola parada muito perigosa, próximo a linha da grande área, Esquerdinha cobra, mas pega muito mal, e a bola vai longe do gol.

    O time uiraunense não é o mesmo da primeira etapa, alguns jogadores como Juninho Paraíba, visivelmente cansado e fora de jogo, pois não estava treinando, estava longe de ser o mesmo do ano passado, quando foi um dos craques da competição.

    Outros são substituídos, Arthur, dá lugar a Alex, Ageu e Serginho também entram na equipe paraibana.

    Aos 34, o Nadador tem mais um lance de perigo, a bola rondando a intermediária, é chutada e passa muito perto.

    O Nadador continuava pressionando, e com isso deixava a defesa exposta, e o time do Uiraúna chegou perigosamente nos contra-ataques.

    Aos 40, Alex tabelou com Ageu e bateu por cima, perdendo grande chance.

    Dois minutos depois, é a vez de Juninho que tenta encobrir o goleiro Felipe e chuta por cima do gol.

    Aos 44, aconteceu dois lances incríveis, o lateral Buiú bate forte, Felipe faz grande defesa, a bola sobra com Manu na esquerda, ele da linha de fundo toca para Alex, todo mundo já se preparava para comemorar mais um gol, só que o goleiro Felipe faz uma defesa milagrosa, e evita o quarto gol. A defesa de Felipe, rendeu elogios do próprio Alexa "que defesa em goleiro".

    Não deu tempo para mais nada, final Uiraúna 3 x 2 Nadador.

    Esse jogo durante a semana nos bastidores, foi chamado de Davi x Golias, Uiraúna representando o gigante filisteu, e o Nadador o pequeno guerreiro israelita, mas diferente do que aconteceu na história, o favorito venceu, porém não tira os méritos do bravo time da cidade do Encanto, que encantou a todos nessa tarde em Major Sales.

    O Uiraúna vencedor do jogo 1, agora espera o vencedor do jogo 8, que será disputado no domingo, 05 de junho, entre as equipe Popular x São Bernardo.

    Ficha técnica.

    Uiraúna 3 x 2 Nadador

    Estádio O Piozão - Major Sales

    28 de maio de 2016

    Trio: central, Luciano Lima, auxiliares: Doé e Nego

    Uiraúna: Ricardo, Buiú, Bitinha, Godolias, Sandrinho, Sidney (Serginho), Juninho, Manu, Arthur (Alex), Deda (Ageu).

    Nadador: Felipe, Bebel, Nildo, Cizinho, Fábio, Lulu, Catê,Taciano, Dão.
    Mais »

    Primeiros jogos do mata-mata

    Neste final de semana começam as emoções das oitavas de final da CPF, serão quatro jogos, dois no sábado, 28 e dois no domingo 29.

    A partir de agora todos os jogos serão realizados no estádio O Piozão em Major Sales.

    As 15:45 h, Uiraúna x Nadador (Jogo 1)

    O time paraibano vem do grupo B, onde obteve 10 pontos, com três vitórias e um empate. Além da liderança nessa chave, o time do comandante Tea é dono também da melhor campanha na primeira fase.

    Conta com um grande elenco, e jogadores que ainda não estrearam na competição, como Juninho Paraíba que assinou com a equipe, mas ainda não jogou.

    Do outro lado, o time do Nadador, primeiro representante do município do Encanto a passar de fase.

    A equipe começou bem a competição, com duas vitórias seguidas, um empate, mas depois perdeu os últimos dois jogos, mas ainda assim conseguiu a classificação como o melhor quarto colocado do grupo D.

    Um elenco com vários jogadores de muitos municípios, o Nadador promete um jogo duro contra um dos favoritos ao título, e quem sabe conseguir a classificação.

    As 18:00 h, Cruzeiro x Lastro (Jogo 2)

    Um grande duelo paraibano acontece também nessa tarde de sábado em Major Sales, logo após a primeira partida, acontece o jogo dois.

    As duas equipes vem do equilibradíssimo grupo E, o Cruzeiro líder, como 10 pontos, e com a vice liderança no geral.

    Já o Lastro teve uma campanha mais modesta, e entrou nas últimas como se diz, a equipe somou apenas 5 pontos, e ficou na terceira colocação do grupo, no geral acabou na 15ª, o que fez acontecer o reencontro.

    Como caíram no mesmo grupo, se enfrentaram, num jogo de 6 gols, três para cada, o time do Lastro naquela oportunidade vencia por 3 x 1, faltando 8 minutos para acabar e acabou sedendo o empate.

    Essa partida será o tira-teima, um grande jogo sem dúvidas.

    Domingo, 29 de maio.

    As 15:45 h, Estrela da Terra x Portuguesa (Jogo 3)

    Mais um duelo que se repete na competição, o time de Dr Severiano e Riacho de Santana vem do mesmo grupo (D).

    O Estrela foi líder com 12 pontos, com 4 vitórias, um empate, e uma derrota, foi o time que mais venceu, porém não ficou na liderança geral, pois não teve o melhor aproveitamento, uma vez que estava no grupo de 6 times, e por isso jogou mais que os outros.

    A Portuguesa, começou muito mal, perdendo duas seguidas, mas depois, emplacou duas vitórias seguidas e um empate na última rodada, que lhe deu a classificação em terceiro lugar.

    O confronto das duas equipes, aconteceu na segunda rodada, e teve 5 gols, com vitória do Estrela por 3 x 1, a equipe é dona do melhor ataque com 14 gols.

    As 18:00 h, Brejo dos Santos x Boa Vista (Jogo 5).

    Assim como aconteceu com os jogos anteriores, essa será mais uma partida de equipes que vem do mesmo grupo, o Brejo foi o primeiro colocado com 8 pontos, duas vitórias e dois empates.

    O Boa Esperança, foi a primeira equipe a passar de fase, chegando a 7 pontos, mas acabou ficando com a terceira posição no grupo, com duas vitórias, um empate e uma derrota.

    As equipes se enfrentaram na quarta rodada, vitória do time paraibano pelo placar de 4 x 1.

    O time da casa naquela oportunidade estava com bastantes desfalques, e agora promete um jogo bem mais complicado contra o atual vice campeão.

    Esses serão os quatro jogos que abrem a segunda fase da competição, no jogo que houver empate, a decisão será nos pênaltis.





    Mais »

    Escala de árbitros para o mata-mata

    Saiu a escala de árbitros para os jogos das oitavas de final da CPF, dois jogos sábado, 28, e dois no domingo 29.

    Confira:

    JogoDataDiaHEquipeEquipeCidadeTrio
    128maisab15:45UiraúnaxNadadorMajor SalesLuciano -Riacho de Santana
    228maisab18:00CruzeiroxLastroMajor SalesRenato - Major Sales

    329maiDom15:45Estrela da TerraxPortuguesaMajor SalesAdalberto - José da Penha
    529maiDom18:00Brejo dos SantosxBoa EsperançaMajor SalesMarcos - Major Sales
    Lembrando que em caso de empate, o jogo será decidido nos pênaltis, sendo 5 cobranças para cada equipe, ao persistir o empate, alternados.
    Mais »

    Números da primeira fase

    Finalmente concluída a primeira fase, vamos aos números e o que de mais importante aconteceu até aqui.

    Foram realizados 53 jogos e marcados 148 gols, uma média de 2,79.

    As maiores goleadas foram de 5 x 0, e aconteceram três vezes, a principal vítima foi o Bom Sucesso, que sofreu duas, uma para o Brejo dos Santos, outra para o 29 de Abril.

    O time de Portalegre teve a sua pior participação na competição, com essas goleadas, não poderia ser diferente, teve a pior defesa da competição, sofrendo 11 gols, e para completar a sua péssima campanha, teve também o pior ataque, não marcou nenhum golzinho.

    O mesmo não dar para dizer do Estrela da Terra, terceira colocada no geral, a equipe de Dr Severiano tem o melhor ataque até agora, marcando 14 gols, não é a toa, pois o time tem dois dos principais artilheiros da competição, Alcimar e Curió dividem a artilharia com Petrônio do Brejo dos Santos com 6 gols cada.

    Ainda falando sobre artilharia, muita coisa pode mudar nos próximos jogos, bons jogadores veem na cola dos artilheiros, atletas como Alex do Uiraúna, Ribinha do 26 de Julho, e outros nomes estão chegando para o mata-mata.

    Próxima fase

    A próxima fase já começa nesse final de semana, com 4 jogos, sendo dois no sábado, 28, e dois domingo 29.

    As oitavas prosseguem nos dias 4 e 5 de junho.

    As equipes ficaram muito bem divididas por estados, são 8 do RN e número igual da Paraíba. Teremos teremos quatro duelos interestaduais (Uiraúna x Nanador, Brejo dos Santos x Boa Esperança, São Judas Tadeu x Barcelona e Popular x São Bernardo).

    Serão 2 dois duelos potiguar (Estrela da Terra x Portuguesa e Bom Jardim x 26 de Julho), e os duelos paraibanos serão: Cruzeiro x Lastro e 29 de Abril x Independente.

    As 16 equipes classificadas representam 13 cidades (Uiraúna, Encanto, Sousa, Lastro, Dr Severiano, Riacho de Santana, Brejo dos Santos, Antonio Martins, Luís Gomes, Major Sales, Pau dos Ferros, Poço José de Moura e Mato Grosso).

    Dessas, 6 são da Paraíba e 7 do RN.

    Das 6 cidades que tinham duas equipes (Luís Gomes, Poço José de Moura, Major Sales, Sousa, Joca Claudino e Pau dos Ferros), apenas três conseguiram classificar todas, Luís Gomes, Poço José de Moura e Sousa, sendo uma do RN e duas da Paraíba.

    Dos confrontos que aconteceram na primeira fase, 4 serão repetidos nessa fase, Cruzeiro x Lastro, grupo E, Estrela da Terra x Portuguesa, grupo D, Brejo dos Santos x Boa Esporte, C e Bom Jardim x 26 de Julho, A.

    Lembrando que isso é muito normal nesse tipo de formato, assim como acontece em competições como a Libertadores da América.

    Confira mais uma vez como serão os confrontos:

    DataDiaHoraEquipeEquipeLocal
    28-maiSábado15:45UiraúnaxNadadorM. Sales
    28-maiSábado18:00CruzeiroxLastroM. Sales
    29-maiDomingo15:45Estrela da TerraxPortuguesaM. Sales
    29-marDomingo18:00Brejo dos SantosxBoa EsperançaM. Sales
    4-junSábado15:45Bom Jardimx26 de JulhoM. Sales
    4-junSábado18:00São Judas TaduexBarcelonaM. Sales
    5-junDomingo15:4529 de AbrilxIndependenteM. Sales
    5-junDomingo18:00PopularxSão BernardoM. Sales
















    Mais »
    Traduzido por: Template para Blog